NOVO! Nova revista digital Leia mais

Empreender S/A

Fórum Virada Sustentável traz mensagens para o mundo pós-pandemia, discussões sobre a Amazônia, agenda ESG, diversidade e mudanças climáticas

16 Mins read
Economista estadunidense Jeffrey Sachs integra o Fórum Virada Sustentável
• Economista estadunidense Jeffrey Sachs ministra, no dia 13, a palestra “Mensagens para o Mundo Pós-Pandemia”;

• Diversidade e desigualdade de gênero integram agenda do painel “Oportunidades e desafios da equidade de gênero nas organizações”;

• A Amazônia e os impactos do seu desmatamento na sociedade são temas do painel “Amazônia e o Futuro do Brasil”, com moderação de Virgilio Viana;

• A composição dos 26 painéis foi pensada a partir de pesquisa com representantes da iniciativa privada, agentes públicos e público em geral, que elencaram as urgências e necessidades do momento;
Entre os dias 02 e 22 de setembro ocorre a 11ª Virada Sustentável na capital paulista. Neste ano, o tema do maior festival de sustentabilidade do país é #MinhaMensagem, que traz 100 mensagens importantes sobre este momento de construção coletiva para o futuro pós-pandemia. O tema permeia toda a programação do evento, que é gratuita e repete o modelo híbrido experienciado na edição de 2020.

As frases da campanha foram elaboradas por 100 organizações de diversos setores da sociedade civil. “Estamos dando voz para várias organizações da sociedade civil para que possamos nos inspirar para construir um mundo mais sustentável e igualitário”, conta Mariana Amaral.

Pela primeira vez, a programação do Fórum Virada Sustentável foi construída a partir de uma pesquisa com representantes da iniciativa privada e sociedade sobre quais temas e assuntos eles consideram urgentes de serem conversados. A partir daí, a programação do Fórum foi agrupada por temas de interesse apresentados na pesquisa: água, economia circular, empreendedorismo em comunidades, agenda ESG, mudanças climáticas, Amazônia, questões indígenas, habitação, segurança alimentar e diversidade. Em paralelo, várias manifestações e intervenções artísticas ocorrem pela cidade de São Paulo refletindo os pontos abordados virtualmente. “Nosso objetivo é promover uma visão inspiradora sobre um futuro sustentável. Além disso, o festival, desde sua primeira edição, funciona como um grande reforço às redes de transformação e impacto social existentes, reunindo sociedade, organizações da sociedade civil, artistas, agentes públicos e marcas nesta construção”, complementa André Palhano, também fundador da Virada Sustentável.

Com 26 painéis virtuais, o Fórum Virada Sustentável amplia a possibilidade de participação para pessoas de fora de São Paulo. Todas as atividades contam com tradução em Libras e tradução simultânea nas palestras de convidados internacionais. Para participar, os interessados precisam se inscrever gratuitamente no site da Virada Sustentável: www.viradasustentavel.org.br /palestras

Um dos destaques do Fórum é o painel do dia 13, apresentado pelo economista estadunidense Jeffrey Sachs. Em sua palestra Mensagens para o Mundo Pós-Pandemia, às 10h, ele fala sobre a importância de uma agenda política alinhada às pautas de desenvolvimento sustentável para um crescimento socioeconômico global. Ao fim da exposição, Sachs responderá perguntas do público.

Os rumos da agenda ESG estão presentes nos encontros em que serão discutidas a importância da Amazônia para a economia, a questão da biodiversidade dentro do contexto da agenda ESG e as tendências do consumo online com impacto positivo.

O desmatamento na Amazônia e os impactos sociais causados por isso são questões-chave do painel Amazônia e o Futuro do Brasil, que ocorre no dia 13 de setembro, com moderação de Virgílio Viana, superintendente geral da Fundação Amazonas Sustentável, além da presença dos palestrantes Paulo Artaxo, Vice-presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo e da SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, USP, e Roberto Waack Arapyaú, presidente do Instituto Arapyaú.

No dia 15 de setembro, o Fórum Virada Sustentável traz desigualdade e diversidade de gênero para o debate na conversa Oportunidades e desafios da equidade de gênero nas organizações com Margareth Goldenberg (Movimento Mulher 360), Camili Calixto (Mais Diversidade) e Suellen Moraes (BALL), que analisam a situação atual do mercado de trabalho para as mulheres, a partir do dado do IBGE de que em 2021, a participação feminina no mercado teve o menor índice dos últimos 30 anos. Elas discutem como as companhias podem melhorar esta situação. No dia 22, às 11h30, o painel Inclusão e diversidade: a importância de metas para impulsionar a agenda também traz, como parte da pauta ESG, a necessidade de construir ambientes empresariais inclusivos e uma cultura corporativa guiada pelo combate às desigualdades.

Economia circular é o eixo da programação dos dias 08 e 09 de setembro. As conversas abordam desde como a sociedade pode começar a se engajar sobre este tema, passando por questões de reciclagem, tanto de embalagens usadas em domicílios como o aço produzido pela indústria. Os Palestrantes do painel Economia Circular: Tudo que Você precisa saber para se engajar detalham e refletem sobre os 50 conceitos usados sobre o tema.O tema volta a ser debatido no painel Educação e Economia Circular: Construindo um Mundo sem lixo no dia 20, às 15h15, que discute caminhos e propostas para que se possa trazer o conceito da economia circular para o dia a dia, a partir de propostas e possibilidades para professores, gestores e famílias.

A questão da água é o tema do painel Despoluir é necessário. Manter o Rio Pinheiros limpo é obrigação de todos marcado para o dia 15 de setembro, às 15h15.

No dia 16 de setembro, o Fórum Virada Sustentável abarca várias frentes sobre a questão da alimentação em quatro atividades. Com mediação de Marina Esteves (Instituto Ethos), o painel Entendendo o supermercado: um diálogo sobre a agricultura brasileira e fome abre a agenda do dia às 14h com a presença de Paola Loureiro Carvalho (Rede Brasileira de Renda Básica), Scarlett Rodrigues (Instituto Ethos), discutindo o paradoxo da superprodução agrícola e o retorno do Brasil ao mapa da fome. Logo em seguida, Gabriela Otero (Abrelpe) media a mesa Redução de Emissões na Gestão de Resíduos: um Coringa para Alcançar as Metas Desejadas que conta com a participação de Sandra Mazo-Nix (Coalizão pelo Clima e Ar Limpos) e Patricia Iglecias (Cetesb).

Insegurança alimentar é tema do painel Fome e Desenvolvimento: o futuro dos alimentos e a soberania alimentar em um mundo pós-pandemia, em que o público é convidado para o debate sobre a questão. Integram este painel Daniel Balaban (Representante no Brasil do Programa Mundial de Alimentos (WFP) e Diretor do Centro de Excelência contra a Fome), Daniel de Souza ( Ação da Cidadania) e Andreia Dutra (Instituto Stop Hunger Brasil), mediado pelo jornalista Victor Vieira.

No penúltimo dia de programação do Fórum, 20 de setembro, moradia e cidades inteligentes são pontos-chave das discussões promovidas nos debates Habitação Pós-Pandemia: A sua casa é a sua causa! e Cidades Inteligentes e Sustentáveis – Mais Conectadas, Criativas e Sustentáveis.

O último dia do Fórum Virada Sustentável, 22 de setembro, também marca o encerramento da 11ª edição da Virada Sustentável. Com uma programação intensa composta por 6 painéis, a agenda do dia discute os principais tópicos abordados ao longo do evento.

Após sua realização, todas as atividades da programação do Fórum Virada Sustentável ficarão disponíveis com tradução em Libras e legenda no canal da Virada Sustentável no Youtube (https://www.youtube.com/user/ViradaSustentavel).

Sobre a Virada

A Virada Sustentável é o maior festival de sustentabilidade do Brasil. Envolvendo articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, coletivos de cultura, movimentos sociais, equipamentos culturais, empresas, escolas e universidades. O festival tem como objetivo apresentar uma visão positiva e inspiradora sobre a sustentabilidade e seus diferentes temas para a população, gerando reflexão e discussões a fim de promover um futuro sustentável e reforçando as redes de transformação e impacto social existentes.

O evento, que pelo segundo ano apresenta atividades em formato híbrido, acontece por meio de intervenções em diversas áreas da cidade de São Paulo e em plataformas virtuais, com programação completamente gratuita que apresenta instalações, projeções, grafites, performances, teatro, programação de bem-estar, além do Fórum Virada Sustentável.

A Virada Sustentável São Paulo 2021 é apresentada por Braskem, com patrocínio master da Isa Cteep, patrocínio da Ambev, Gerdau, Sabesp, co patrocínio de Electrolux, Mercado Livre, Novelis, Tetra Pak e apoio das empresas Ball, Deloitte, Instituto Center Norte, Instituto Vedacit e ValGroup. Além da co-realização com a Prefeitura de São Paulo e parceria com PNUD, Instituto Alana, Metrô SP, Pacto Global, Rotary Club, Sesc, Estadão, Eletromidia e Ótima.

A programação completa pode ser acompanhada nos seguintes canais:

Site: https://www.viradasustentavel.org.br

Instagram: @viradasustentavel

Youtube: https://www.youtube.com/ViradaSustentavel
Fórum Virada Sustentável 2021 – Resumo da programação

Dia 08/09

14h – Economia Circular: Tudo que você precisa saber para se engajar

Descrição: Dados recentes mostram que o atual sistema linear de “extração-produção-descarte” apresenta claros sinais de esgotamento, demonstrando a necessidade premente de uma transição para um modelo mais circular. No entanto, levantamento internacional identificou que há cerca de cinquenta definições para o termo Economia Circular. Como alinhar esse conceito e implementar um sistema de EC na região? E quem serão os principais protagonistas nessa transição?

Moderador:

Carlos RV Silva Filho: Diretor-presidente da ABRELPE/ISWA

Palestrantes:

Carolina Zoccoli: Especialista em sustentabilidade da Firjan

Flavio Ribeiro: Engenheiro e professor da Unisantos

Alexandre Citvaras: diretor de novos negócios e ESG da Orizon

15h15 – Do fim ao começo: a reciclagem transformando vidas

Como o fim da vida útil das embalagens pode ser o começo da transformação da vida de pessoas que trabalham com a reciclagem e também o começo da vida útil de novos produtos que geram renda para indústrias recicladoras.

Moderadora:

Roberta Jansen, Jornalista

Palestrantes:

Patricia Rosa: Coordenadora de projetos sociais, captação de recursos e gestão institucional da Cataki

Rodrigo Creato: Diretor industrial da NBR Plásticos de Engenharia

Valéria Michel: Diretora de Sustentabilidade da Tetra Pak Brasil e Cone Sul

16h30 – O Aço como agente transformador

Dia 09/09

14h – Futuro da reciclagem

Moderador:

Wagner Soares Costa: Gerente de Meio Ambiente da FIEMG

Palestrantes:

Fabiana Quiroga: Diretora de Economia Circular da Braskem na América do Sul da Braskem

Eduardo Berkovitz: Diretor de Relações Institucionais da Valgroup

Roger Koeppl: Diretor-presidente da YouGreen Cooperativa

Rodrigo Figueiredo: Vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da América do Sul da Ambev.

15h15 – Inovação na reciclagem de embalagens flexíveis

Moderadora:

Roberta Jansen: Jornalista

Palestrantes:

Marcelo Guerreiro Mason: Head de Sustentabilidade da Deink

Karina Turci: Gerente de Sustentabilidade de Embalagens da Ambev

Dia 13/09

10h – Mensagens para o Mundo Pós-Pandemia

Moderador:

Jorge Soto: Diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem

Palestrante: Jeffrey Sachs

Descrição: Palestra com Jeffrey D. Sachs, professor de economia de renome mundial, autor de best-sellers, educador inovador e líder global em desenvolvimento sustentável.

14h – Amazônia e o Futuro do Brasil

Descrição:O início do desmatamento foi para projetos de infraestrutura, hoje a Floresta perde espaço pelos extrativismos vegetal e mineral e para a produção agropecuária numa troca que pode ter consequências sérias para a sociedade, em especial, a questão climática e o equilíbrio biológico do mundo.

Moderador:

Virgílio Viana: Superintendente geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

Palestrantes:

Paulo Artaxo: Vice-presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo e da SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, USP

Roberto Waack Arapyaú: Presidente da Instituto Arapyaú

15h15 – Proteger sem Possuir | A Importância da Biodiversidade dentro de Contexto de Agenda

Descrição:Na agenda ESG (sigla em inglês para ambiental, social e governança), a proteção da biodiversidade vai muito além do impacto ambiental positivo – é a perfeita harmonia entre a conservação dos biomas, o estímulo a alternativas econômicas sustentáveis e o benefício às comunidades locais. Mas de quem é essa responsabilidade? Nesta sessão, os palestrantes vão conversar sobre iniciativas e práticas de preservação e conservação inovadoras e como cada um de nós pode ir além e fazer a diferença.

Moderador:

Bárbara Lins, jornalista

Palestrantes:

Rui Chammas: Diretor-Presidente da ISA CTEEP

Mário Haberfeld: Presidente e co-fundador do Onçafari

Gabriela Yamaguchi: Diretora de Sociedade Engajada da WWF

16h30 – Tendências do consumo online com impacto positivo

Descrição:A busca por um modo de vida e, consequentemente, um consumo mais sustentável está crescendo no Brasil, e a comercialização online amplia as possibilidades de pessoas encontrarem produtos e marcas de impacto positivo. O objetivo deste painel é debater as tendências do consumo online com impacto positivo a partir da apresentação de dados sobre o consumo de produtos sustentáveis no Mercado Livre e da experiência de dois empreendedores de impacto que alcançaram seus impactos positivos por meio da venda online.

Mediadora:

Laura Motta: Gerente de Sustentabilidade do Mercado Livre

Palestrantes:

Paulo Reis: Pesquisador e diretor da Manioca, premiada indústria de alimentos especializada nos sabores da Amazônia

Dia 15/09

14h – Governança, Sustentabilidade e Geração de Valor

Descrição: O painel abordará sobre como as boas práticas de Governança podem agregar valor para as empresas, abordar a influência dos aspectos ESG e qual é o processo de implantação dessas boas práticas.

Mediador:

Rodrigo Miguel Trentin: Gerente de Educação Corporativa do IBGC

Palestrantes:

Thiago Salgado: Diretor do FAMÍLIA S.A e Membro da Comissão Empresas Familiares do IBGC

15h15 – Despoluir é necessário. Manter o Rio Pinheiros limpo é obrigação de todos

16h30 – Oportunidades e desafios da equidade de gênero nas organizações

Descrição: Quais os desafios e oportunidades para implementação da equidade de gênero nas organizações? A sociedade brasileira ainda precisa percorrer um longo caminho para tornar efetiva a igualdade entre homens e mulheres, declarada na Constituição de 1988. Segundo o IBGE, a participação feminina no mercado de trabalho chegou em 2021 ao seu menor índice em 30 anos (46,3%), retornando aos números da década de 1990. Gerar oportunidades e criar um ambiente inclusivo é o caminho para reinserir essas mulheres cujas carreiras foram ainda mais afetadas pela pandemia no mercado de trabalho e ampliar a presença delas em diferentes funções, cargos e níveis hierárquicos. Muitas empresas, cientes de sua força transformadora, vêm trabalhando para desenvolver ambientes mais inclusivos onde seus funcionários possam prosperar. Além disso, já foi comprovado que a diversidade entre indivíduos e as equipes ajuda a revelar ideias e estimula a inovação, promovendo o crescimento e o valor em toda a organização.

Palestrantes:

Margareth Goldenberg: CEO Goldenberg Diversidade e gestora executiva do Movimento Mulher 360

Camili Calixto: Consultora de diversidade e inclusão na consultoria Mais Diversidade

Suellen Moraes: Gerente de Diversidade e Inclusão Ball Corporation para a América do Sul

Dia 16/09

14h – Entendendo o supermercado: um diálogo sobre a agricultura brasileira e fome

Descrição:O Brasil retorna ao mapa da fome da ONU no mesmo ano em que o setor agrícola bate recordes de exportação de commodities do campo. Como compreender o aumento da produtividade agrícola em um país em que 58 milhões de pessoas correm o risco de deixar de comer por não ter renda suficiente para sobreviver, onde nem todos possuem poder de compra (uma vez que os preços do feijão, do arroz, da carne e outros insumos estão alarmantes nos supermercados) e nem acesso a uma alimentação equilibrada, saudável e sustentável? Neste painel será explorado esse paradoxo entre a superprodução de alimentos base e, como esta produção não resulta em comida no prato dos brasileiros, intensificando a discussão sobre a insegurança alimentar.

Mediadora:

Marina Esteves: Assistente de projetos em práticas empresariais e políticas públicas – Instituto Ethos

Palestrantes:

Paola Loureiro Carvalho: diretora de Relações Institucionais e Internacionais, Rede Brasileira de Renda Básica (RBRB)

Scarlett Rodrigues: Coordenadora de Práticas Empresariais e Políticas Públicas em Direitos Humanos do Instituto Ethos

15h15 – Redução de Emissões na Gestão de Resíduos: um Coringa para Alcançar as Metas Desejadas

Descrição:Ser responsável por cerca de 4% das emissões de poluentes climáticos parece muito pouco, mas o setor de resíduos é dos únicos que podem zerar sua contribuição para as mudanças do clima. E mais que isso: contribuir com a diminuição das emissões dos outros.

Mediadora:

Gabriela GP Otero: Coordenadora Técnica da ABRELPE (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais)

Palestrantes:

Sandra Mazo-Nix: Coordenadora da Iniciativa de Resíduos da Coalizão pelo Clima e Ar Limpos, CCAC

Patricia Iglecias: Presidente da CETESB

16h30 – Fome e Desenvolvimento: o futuro dos alimentos e a soberania alimentar em um mundo pós-pandemia

Descrição:Há comida suficiente no mundo para alimentar todas as pessoas, mas, por causa das falhas nos sistemas alimentares, cerca de 811 milhões de pessoas vão para a cama com fome todas as noites, enquanto 2 bilhões estão acima do peso. Alcançar a meta de Fome Zero até 2030 (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 2) requer soluções que abordem ineficiências sistêmicas, crises políticas e mudanças climáticas, reunindo políticas, intervenções impactantes, infraestrutura, serviços, inovação e tecnologia com liderança política e investimentos. Para aliviar a fome crônica, é necessário pensar no alimento como um direito humano básico, não apenas uma mercadoria, e abordar os problemas específicos de cada país que enfrenta a insegurança alimentar.

Moderador:

Victor Vieira: Jornalista

Painelistas:

Daniel Balaban: Representante no Brasil do Programa Mundial de Alimentos (WFP) e Diretor do Centro de Excelência contra a Fome

Daniel de Souza: Presidente do Conselho da Ação da Cidadania

Andreia Dutra: Presidente do Instituto Stop Hunger Brasil e CEO de Saúde e Educação da Sodexo On-site Brasil

Dia 20/09

14h – Habitação Pós-Pandemia: A sua casa é a sua causa!

Descrição: Uma pesquisa realizada pela Fundação João Pinheiro este ano apontou que existe um déficit qualitativo de residências de aproximadamente 25 milhões de residências. Diante desta situação, agravada pela pandemia, essa mudança tornou-se ainda mais relevante. Não é puramente uma questão de tamanho e nem de mobiliário, mas sim de saúde e dignidade. Se por um lado isso se constitui um desafio, de outro é uma oportunidade. Mais tempo reclusos em seus lares, as pessoas percebem a importância da moradia como indutor de melhor qualidade de vida assim como a necessária distribuição do tempo entre a família e o trabalho .

Moderadora:

Maure Pessanha: Diretora executiva da Artemisia

Palestrantes:

Luis Guggenberger: Executivo de Inovação e Sustentabilidade da Vedacit

Vera Cordeiro: Fundadora e Presidente do Conselho de administração do Instituto Dara

15h15 – Educação e Economia Circular: Construindo um Mundo sem lixo

Descrição: A transição de um mundo linear para o circular é urgente. Para isso, todas as áreas precisam se envolver e se empenhar para realizar essa transição. Qual o papel da Educação nessa mudança de paradigma? Como os princípios da circularidade podem estar cada vez mais conectados com a agenda da educação? Caminhos, propostas e possibilidades para que professores, gestores e famílias possam trazer a circularidade para o dia a dia.

Moderador:

Edson Grandisoli: Coordenador educacional e embaixador do movimento circular

Palestrantes:

Gina Rizpah: Pesquisadora do projeto temático governança ambiental da macrometrópole paulista.

Cristal Muniz: Autora do livro “Uma Vida Sem Lixo”

16h30 – Cidades Inteligentes e Sustentáveis – Mais Conectadas, Criativas e Sustentáveis

Descrição:No futuro, as cidades se tornarão mais conectadas, sobretudo com o uso e aplicações das Tecnologias 5G. O uso de plataformas tecnológicas se tornará mais presentes na vida das pessoas, abrindo possibilidades na geração de inovação e tecnologias locais. A adoção das TIC poderá ser um instrumento para melhoria da qualidade de vida da população, podendo viabilizar também novas oportunidades de trabalho, tornando as cidades mais criativas. Ao mesmo tempo, as plataformas tecnológicas também poderão fomentar a participação dos cidadãos em temas como a discussão da forma de prestação dos serviços públicos a preservação ambiental, com o objetivo de tornar as cidades mais sustentáveis.

Moderador:

Nelson Fujimoto: Doutorando em Políticas Públicas na UFRGS

Painelistas:

Demi Getschko: Diretor Presidente da NIC.br

Milton Kaoru Kashiwakura: Diretor de Projetos da NIC.br

Rosa Maria Viccari: Professora Titular da UFRGS

Maximiliano Martinhão: Secretário de Radiodifusão do Ministério das Comunicações

18h15 – Transformando a reciclagem em propósito

Descrição:O painel abordará o olhar social e de meio ambiente para a reciclagem através da conversa entre um executivo da indústria que compra latinhas para a produção de alumínio e a presidente de uma cooperativa de reciclagem, que já foi catadora e tem uma história de transformação social a partir do trabalho com a reciclagem.

Palestrante:

Alfredo Veiga: Vice-Presidente de Suprimentos América do Sul, da Novelis

Dia 22/09

09h00 – Como empresas com compromisso com o clima podem impactar positivamente nas cidades?

Descrição:Como os compromissos com o clima (através da campanha Business Ambition for 1.5 /SBTi/ Race to Zero) podem beneficiar um ambiente urbano mais sustentável? Serão abordadas a possibilidade de explorar a melhora da qualidade do ar, transporte comercial urbano sustentável, o papel de empresas de energia elétrica para a eletrificação dos transportes, a importância do saneamento na mitigação e adaptação às mudanças do clima.

Palestrantes:

Juliana Sá: Idealizadora do Scania Queen of the Road, Scania América Latina

10h15 – O que é a Conferência Brasileira de Mudança do Clima – sociedade civil, empresas e governos juntos no enfrentamento às mudanças climáticas.

Descrição: Neste encontro, serão apresentados os resultados da CBMC e será feita a provocação: Onde começamos e para onde vamos?

Mediadora:

Marina Esteves: Assistente de projetos em práticas empresariais e políticas públicas do Instituto Ethos

Palestrantes:

Caio Magri: Diretor-Presidente do Instituto Ethos

Virgílio Viana: Superintendente Geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

Rodrigo Corradi: Secretário Executivo Adjunto da ICLEI

José Bertotti: Secretário de Meio Ambiente do Estado do Pernambuco

11h30 – Inclusão e diversidade: a importância de metas para impulsionar a agenda

Descrição: Inclusão e Diversidade são temas que estão se tornando cada vez mais recorrentes no meio empresarial. Contudo, ainda há um grande caminho para encontrar ambientes inclusivos e diversos nas organizações, principalmente quando olhamos para os cargos de alto nível das empresas e conselhos. Com a pandemia do Covid-19 as desigualdades foram atenuadas e escancararam a necessidade de uma atuação mais ativa do setor privado para o combate às desigualdades, além de ações de emergência algumas organizações estão assumindo compromissos para garantir uma maior equidade em todos os níveis da empresa.

Além disso, a visibilidade da pauta ESG definiu abertamente as estratégias corporativas de diversidade e inclusão, mostrando claramente benefícios sociais e os resultados financeiros. Os investimentos em ESG têm o potencial de desenvolver líderes, em todos os níveis, com a sensibilidade necessária de fortalecer os laços sociais da empresa e aumentar a diversidade, transformando o negócio num ambiente que permite pessoas de diferentes origens terem sucesso.

Esse painel abordará a importância das ações concretas das empresas para impulsionar a agenda de Inclusão e Diversidade.

14h – Indígenas: Realidade e futuro. A História contada por quem vive na Amazônia

15h15 – Empreendedorismo em Comunidades: Transformando Vidas a partir dos Propósitos

Descrição:Empreendedorismo é a capacidade de antever-se aos fatos, criar novas oportunidades de negócios, desenvolver novos produtos ou serviços e propor soluções inovadoras. Quando essa habilidade está disponível nas comunidades periféricas, o resultado é transformação de vida e por meio de propósitos sustentáveis.

Moderadora:

Daniela Vidal Garcia Pavan: Head de Sustentabilidade do Instituto Center Norte

Palestrantes:

Alice Freitas: Diretora Executiva da Rede Asta

Keth Alvarenga: Sócia Administradora da empresa FEK Transportes e Logística

16h30 – Transformando a vida para melhor – Como os eletrodomésticos e a tecnologia podem tornar a vida mais sustentável

Descrição: O painel promove uma reflexão sobre como a indústria de eletrodomésticos pode contribuir positivamente no cotidiano dos consumidores e da sociedade, com o objetivo de entregar soluções sustentáveis além do comum e incentivar escolhas mais conscientes na alimentação, cuidado com as roupas e bem-estar dentro de casa.

Moderador:

João Zeni: Diretor de Sustentabilidade América Latina da Electrolux

Palestrantes:

Juliana Bechara Parente: co-fundadora e diretora da Bioma Food Hub
Crédito: Divulgação
Related posts
Empreender S/A

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert destacam importância do empreendedorismo sustentável no primeiro dia do Omega.360

2 Mins read
POR MÁQUINA COHNWOLFE   Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert foram as principais atrações no primeiro dia do Omega.360, evento online e gratuito, que…
Empreender S/A

Mercedes-Benz Vans promove encontro sobre empreendedorismo feminino

2 Mins read
Programa She’s Mercedes incentiva o compartilhamento de experiências entre mulheres com atuação no segmento de Vans Linha Sprinter é grande aliada para…
Empreender S/A

Economia criativa e empreendedorismo feminino são temas de evento online e gratuito

1 Mins read
Promovido pela Cátedra Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, a atividade contará com a participação de grandes nomes do mercado POR P+G Com…
Fique por dentro das novidades

Se inscrevendo em nossa newsletter você ganha benefícios surpriendentes.